Senta que lá vem história!!!

03/09/2007 at 14:32 (ballet, Dança, história)

Esse mês de setembro será dedicado inteiramente ao Ballet Clássico. Nesse primeiro post sobre o assunto do blog, a dança, contarei um pouco do que sei e pesquisei sobre a história do ballet.  Nascido para alegrar as cortes na Itália Renascentista, a modalidade era bem recheada de pantomimas (representações sem voz) e era restrita aos homens. Mas o ballet só ganhou destaque quando a italiana Catarina de Médicis se casou com Rei Henrique II da França, em 1533. Com a união, o ballet chegou em Paris, onde passou por grande desenvolvimento. Inclusive, até hoje, em qualquer escola de dança do mundo, os movimentos do ballet clássico têm nomes em francês.  

O auge do ballet na corte francesa se deu com o Luiz XIV, o Rei Sol, amante da dança e grande bailarino. Seu título, “Rei Sol”, vem de um maravilhoso (pelo menos é o que dizem, eu não vi né!) espetáculo que durou mais de 12 horas.  

No fim do século XVII começaram a aparecer as primeiras bailarinas. Marie Camargo foi uma das mais famosas da época, por ter encurtado sua saia e calçado sapatos mais leves, que ajudaram a saltar e mostravam melhor os movimentos.

 Marie Camargo 

No século XIX o Romantismo modifica as artes e na dança grandes ballets de repertório são montados como La Silfide e Giselle. Porém, com sua decadência, o centro mundial da modalidade transfere-se para São Petersburgo, na Rússia. Marius Petipa e Tchaicowsky, criaram juntos, à época, três grandes peças: “Bela Adormecida”, “Lago dos Cisnes” e “Quebra Nozes”.    

 Marius Petipa                                    Marius Petipa            

Com a decadência natural de Petipa, Serge Diaghilev passa a comandar o ballet clássico mundial e funda a sua companhia, o “Ballet Russo”. Nas diversas mudanças pelas quais passaram o ballet, atualmente ainda são apresentadas as releituras dos repertórios com o acréscimo de alguns novos elementos. Afinal, o movimento – seja o da história, seja o da dança – não pára!  

 Ballet Copélia 

Alguns ballets de repertório:

O Quebra NozesCoppélia 

O Lago dos Cisnes

Don Quixote

La Fille Mal Gardée

Giselle

Paquita

A Bela Adormecida 

La Sylphide 

La Bayadère

Sylvia

Quarta-feira tem mais!!!

Anúncios

5 Comentários

  1. NANDO said,

    Ahhh, então na verdade veio da Itália!! Que estranho inicialmente haver apenas homens, já que é uma dança um tanto suave e delicada. São duas coisas interessantes nesse texto que está mto bom! Parabéns!! Bjão!!!TE AMO

  2. Jacy said,

    ótimo mari!
    vou aprender na teoria o que não levo o menor jeito na prática… pelo menos vc salvou alguma coisa! =]

  3. Gabriel Bona said,

    Nham Nham tb é cultura ! uaeuaheauheua
    Mt bom o texto Mari, teórico e sem ser chato …
    Kero + quarta !!!
    =*

  4. As melhores do Ballet said,

    Acho esta foto muito linda estou de ver desenbarelha

  5. junior said,

    nao interesa ballet é coisa pa viado sem maldade acho ki só serve pa mulher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: